Assim, dá.

A resposta à pergunta inicial é sim. Quer dizer, não dá para ficar para sempre no momento inicial desta viagem, mas dá para ficar para sempre com o momento inicial desta viagem. Tal como eu gosto, tudo mudou de forma a confirmar-se e perpetuar-se. As expectativas foram confirmadas, o calor dos abraços familiares durou, somou-se o calor dos abraços de todos os desconhecidos que viraram amigos, que viraram gente que não vou esquecer; os abraços deixaram como marcas pequenas asas com as quais me sustive, mesmo afastada daquilo que me sustenta. Assim, dá, canta o sabiá.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: